Ir para o conteudo principal

GE Healthcare: fornecendo tecnologia e equipamentos de ponta para todos os cantos do país

Por: Comunicação CEICO em

Para a GE Healthcare, a distância não é um empecilho. Com clientes em todas as partes do país, a empresa tem um objetivo: fornecer o que há de mais avançado e em tecnologia e equipamentos para hospitais, clínicas e, claro, os pacientes. Conheça aqui a história da Clínica Ceico, no Mato Grosso, e do Hospital São Domingos, no Maranhão, dois parceiros da GE Healthcare que, mesmo fora dos grandes centros, têm estrutura e máquinas de ponta.

 

Com a pandemia da COVID-19, o médico Raul Bernardo Eljach, diretor-técnico do Centro de Imagens Centro-Oeste (Ceico), em Várzea Grande, cidade próxima de Cuiabá, viu a demanda de exames de tomografia aumentar. Inspirado pela experiência de hospitais das principais capitais do país, ele decidiu criar uma ala, só que desta vez temática, para instalar um novo tomógrafo. E fez questão que este novo espaço tivesse um equipamento de última geração, o Revolution ACT, tomógrafo de alto desempenho da GE Healthcare.

“Quando percebi que necessitávamos de um novo equipamento, tomei duas decisões: faria uma ala infantil, onde crianças e até adultos podem fazer o seu exame em um ambiente mais lúdico, e compraria o Revolution ACT, que fornece resultados de alta qualidade e precisão com uma carga menor de radiação”, conta o Dr. Raul Eljach.

A aposta deu certo. Em poucos meses, o médico e toda a sua equipe viram um aumento significativo no número de pacientes, vindos, inclusive, de outras cidades próximas. “Há poucas salas desse tipo no país. Vi algumas em São Paulo, mas não há algo igual no Mato Grosso. Somos a única clínica com um ambiente temático e, por isso, muitas crianças, até de outras localidades vêm nos procurar. Também senti o aumento de paciente adultos, que preferem um ambiente mais lúdico e tranquilizador”, explica.

A escolha pelo Revolution ACT para equipar a nova sala não foi difícil. “Como somos parceiros da GE Healthcare há anos e somos muito bem atendidos, fui logo buscar algo no portfólio deles. Quando vi que o Revolution ACT era mais compacto e tinha todos os protocolos para exames em crianças, não pensei duas vezes”, revela.

Inovação x rapidez de atendimento

Uma máquina menor, mas com todos os requisitos de um equipamento de ponta e menos invasivo para os pacientes. Assim o médico radiologista Raul Eljach define o Revolution ACT. “É um tomógrafo inovador. Por ser de menor porte, assusta menos as crianças e aqueles adultos que têm fobia. Fora isso, o seu diagnóstico pode ser feito sem expor o paciente a uma dose desnecessária de radiação”, completa.

Mas essas não foram as únicas vantagens que o médico encontrou ao escolher o novo equipamento. A capilaridade da GE Healthcare, presente em todos os cantos do país, foi outro atrativo. “Não somos uma cidade central, uma capital, e, por isso, muitas empresas têm dificuldade em nos atender. Com a GE Healthcare, isso nunca aconteceu. Não importa a sua localidade, o atendimento e a manutenção sempre serão rápidos”, relata.

Cliente de primeira viagem da GE Healthcare, Tiago Castro, coordenador-técnico do Serviço de Radiologia do Hospital São Domingos, em São Luís, no Maranhão, já tinha ouvido falar do potencial logístico e de manutenção da empresa, mas, o que fez com que ele escolhesse a GE foram a tecnologia do SIGNA™ Voyager AIR Edition e a chance de ser o primeiro hospital da região Nordeste a instalar um equipamento desse porte.

Tiago Castro na frente do equipamento SIGNA™ Voyager AIR Edition

Tiago Castro, coordenador-técnico do Serviço de Radiologia do Hospital São Domingos

 

“Queríamos uma máquina de ponta, que fosse referência para a cidade e, quando conheci o SIGNA™ Voyager AIR Edition, percebi que encontramos o equipamento que atendesse a essas características. O SIGNA™ Voyager AIR Edition tem Inteligência Artificial e uma série de outros diferenciais que fazem com que ele seja especial. A nossa instituição e a população de São Luís terão um atendimento seguro e de excelência”, afirma Tiago Castro.

Em operação desde o meio do mês de maio, o SIGNA™ Voyager AIR Edition do Hospital São Domingos realiza uma média de 25 exames por dia. Tanta eficiência já faz com que coordenador-técnico já pense em adquirir novas máquinas da marca. “Não foi só a qualidade do equipamento que nos impressionou. Também tivemos assessoria na venda e todo tipo de suporte para instalação e funcionamento”, complementa.

Para Leonardo Packer, Diretor de Ressonância Magnética da GE Healthcare para a América Latina, ter um atendimento que contemple o país como um todo é o que dá segurança para que hospitais e clínicas dos mais diversos locais invistam em máquinas da empresa. “Nossos clientes, desde os mais antigos até os mais recentes, sabem que não damos atenção somente na compra e venda. Temos times de treinamento e manutenção em todas as regiões para dar suporte”, confirma.

Instigando a concorrência

Trabalhar com a tecnologia mais avançada não é só bom para os pacientes do Ceico, de Várzea Grande (MT), ou do Hospital São Domingos, de São Luís (MA). A aquisição dos novos equipamentos GE Healthcare fez com que a qualidade da medicina local fosse reavaliada. “O parâmetro passou a ser mais alto para nós e para a nossa concorrência. Eles, os nossos concorrentes, agora estão mais atentos e em busca de novidades que possam atrair novos pacientes”, reitera o coordenador-técnico do Hospital São Domingos.

Raul Eljach, do Ceico, acredita que é fundamental dar visibilidade para a medicina fora dos grandes centros, provocando clínicas e hospitais a buscarem sempre o que for melhor para os seus pacientes. “Não são só as grandes redes, localizadas nas capitais, que têm a obrigação de investir em tecnologia. Nós, das cidades menores, também temos esse dever e, para a nossa sorte, contamos com a GE Healthcare para isso”, conclui.

Quem tem opinião semelhante é Leonardo Packer, da GE Healthcare. “Essa concorrência é saudável e incentiva o crescimento do setor. Temos um país imenso, de dimensões continentais e é mais do que justo que toda a população tenha direito e acesso ao que há de mais moderno em medicina”, conclui.

 

FONTE: GE REPORTS BRASIL

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade